Sunday, March 07, 2010

Darín

Sábado passado assisti, com a Anna, ao filme El secreto de sus ojos. Assisti concentrado, pensando, pelo que tinha ouvido, que podia ser uma obra mestra. A Anna adorou; eu gostei muito, mergulhei no filme, o que para mim não é pouco. Mas, ao sair, fui meio cri-cri, comentei com ela aqueles pequenos detalhes que tinham me desapontado, que me fizeram torcer o rosto e pensar, ai, isto não está à altura do resto. Só que - agora caiu a ficha, ao ler o nome dele num artigo do El País - esqueci de comentar, para ela e para mim mesmo, o mais importante: como Ricardo Darín está impressionante, de que maneira ele encarna sua personagem. Acho que foi por isso, porque só vi o protagonista da história, que esqueci de dizer: como é grande o Darín!


PS: Sorte para o filme, amanhã, no Oscar. Essa festa com tantos filmes medíocres (começando por Avatar, essa coisa brega).

PS2: Darín no CQC argentino:

5 comments:

uri said...

sí senyor, és una gran peli i tant el darin com el secundari alcohòlic son grans actors!!!

llàstima del final...

Leo Wittmann said...

Vi o filme ontem. Também achei fantástico! Um dos melhores dos últimos anos, mas acho que não leva o Oscar...

Anna Faedrich said...

Sim, o filme é fantástico! :)

Comentando com a Carol, que também gostou muito, achamos que o protagonista (Pablo Rago) atua muito bem como Morales, destacamos, em especial, aquela cena em que ele liga para mãe do Gomez e vai confirmando a suspeita... é muito verossímel, muito impactante e emocionante!!!

É uma cena e tanto!

Adorei, foi muito bom! E lembro também que algumas observações "do cri-cri" foram sendo reconsideradas durante a janta, não é verdade? ;P rs

A anotação da madrugada... a perda de controle do Gomez... etc...

Valeu!! Adorei o post! Adorei no filme! Adorei o Darío! Adorei usufruir do meu cartão de sócio do Guion!! hehehehe

beijão!

Ah, a panqueca tava ótima tbém!

maritrini said...

viva argentina, che!!!!!!!!!!!!
dejó muda la academia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

gabriela said...

bah, acredita que eu não curti muito?
apesar do darín estar excelente...

acho que foi a primeira vez que eu não me emocionei muito com um filme argentino.
achei meio caricatural, sei lá.